Novo Livro

Vamos Enfrentar a Tua Ansiedade

PVP: 18€
(inclui portes de envio)

Encomendar

«Vamos Enfrentar a tua Ansiedade – Manual de Intervenção Psicológica com Crianças»

O livro «Vamos Enfrentar a tua Ansiedade – Manual de Intervenção Psicológica com Crianças» apresenta-se como uma narrativa divertida, visando auxiliar na promoção de competências psicológicas de enfrentamento ativo, nas problemáticas da ansiedade.

Desenvolvido numa perspetiva de monitorização e ensino de estratégias cognitivas, modificação comportamental e treino da autorregulação emocional, enfatiza a colaboração dos adultos (psicólogos, pais, outros cuidadores significativos e/ou técnicos), fazendo uso da modelagem de estratégias para gerirem as emoções das crianças.

Redigido de forma descontraída, dinâmica e construtiva pelo psicólogo Paulo José Costa, o livro aborda aspetos particulares e apresenta soluções práticas que auxiliam as crianças e os seus pais, a melhor abordarem as dificuldades decorrentes da ansiedade com impacto no funcionamento pessoal, familiar, escolar e social.

O livro contém tarefas lúdicas, que correspondem a um roteiro, realizado com carácter cumulativo e promotor do  (re)estabelecimento do ajustamento psicológico, contribuindo para potenciar o enfrentamento ativo e positivo das problemáticas inerentes à ansiedade – medo, preocupações, bloqueio e evitamento, recusa em participar em atividades, tendência para o isolamento e hiper-reatividade emocional.

Formato: 17×24
Capa: Mole

112 Páginas

Título: Vamos enfrentar a tua Ansiedade – Manual de intervenção psicológica com crianças.

Autor: Paulo José Costa

Ilustrações: Bruno Gaspar

Conceção e arranjo da capa; Design gráfico e paginação: Paulo Fuentez

@macamecanica.com

Revisão: Catarina Sacramento

© Paulo José Costa

Hora de ler © para a produção

 

 

Nota de Imprensa_Vamos enfrentar a tua Ansiedade_Paulo José Costa

 

ALGUMAS NOTAS SOBRE, MEDO, PREOCUPAÇÕES & ANSIEDADE

 

Medo e Preocupação

As emoções como o medo e a preocupação são comumente vivenciadas por crianças e adolescentes como uma parte normal do seu processo de desenvolvimento. No entanto, quando essas emoções interferem na vida diária, causando impacto nas rotinas, isso pode ser o indicador de uma perturbação de ansiedade.

 

O que é a Ansiedade?

A Ansiedade é uma emoção que envolve sentir-se preocupado, nervoso, com medo, e com mal-estar. Normalmente, ficamos ansiosos quando pensamos que algo de negativo e percecionado como difícil de enfrentar está para acontecer.

 

Quando é que a Ansiedade é um problema para a criança?

Embora todos vivenciemos Ansiedade, algumas crianças começam a sentir-se intranquilas e preocupadas com uma maior frequência ou intensidade, o que as deixa muito desconfortáveis, começando a interferir negativamente nas suas vidas e tarefas quotidianas. Uma criança ou adolescente pode ter uma perturbação de ansiedade se responder de maneira extrema a uma situação ou evento que acredita ser ameaçador, e se a intensidade da sua reação for desproporcional ao perigo real. Essa resposta ansiosa, geralmente, inclui pensamentos distorcidos e negativos, (em torno da situação ou experiência antecipada como causadora de perigo), e uma resposta física intensificada, (como o aumento da frequência cardíaca e a respiração acelerada), conduzindo ao evitamento das situações ou eventos que causam preocupação.

A experiência com uma perturbação de ansiedade pode conduzir a um sofrimento considerável, podendo interferir nas atividades quotidianas: na escola, em casa ou com os colegas (ou em atividades extracurriculares).

 

Algumas formas mais comuns pelas quais as crianças e adolescentes podem sentir ansiedade incluem:

Ataques de pânico

Mutismo seletivo, no qual uma criança é incapaz de falar em situações específicas

Ansiedade ao separar-se de um cuidador – Ansiedade à separação

Ansiedade em situações sociais

Evitamento de situações socio-educacionais e de interação

 

Terapias eficazes para Ansiedade

A pesquisa mostra que o tratamento da ansiedade ligeira a moderada deve começar com a terapia psicológica. A terapia cognitivo-comportamental (TCC), é um tratamento eficaz e apropriado para crianças e adolescentes com diagnóstico de perturbação de ansiedade. No contexto da TCC, existem várias abordagens e técnicas de tratamento que provavelmente serão úteis para crianças e adolescentes.

Abaixo, apresentamos diferentes metodologias terapêuticas para a ansiedade, que foram bem estabelecidas em pesquisas e ensaios clínicos. Essas terapias foram testadas por investigadores e psicólogos infantis, sendo elencadas com base na sua eficácia e eficiência: Os tratamentos incluem:

1. Psicoeducação – É uma intervenção terapêutica por meio de informações sistemáticas, estruturadas e didáticas sobre a perturbação e o seu tratamento, que também inclui aspetos emocionais no sentido de capacitar os pacientes, bem como os seus familiares, a enfrentar as situações e as questões práticas colocadas pela perturbação. É mais do que promover a ampliação do conhecimento de um paciente e da sua família, acerca do que é uma perturbação e do seu tratamento; é ajudá-los a compreenderem e dar sentido à experiência vivida, incitando-os ao uso dessas competências, potenciando o compromisso com as indicações terapêuticas.

2. Exposição – Destina-se a ajudar o paciente a obter o controlo do medo e da ansiedade, sendo usada em conjunto com exercícios e / ou tarefas de relaxamento. A técnica expõe gradualmente os pacientes para ajudá-los a lidar com os seus medos, por via do enfrentamento ativo.

3. Modelagem – A modelagem é uma forma de terapia na qual o terapeuta demonstra uma resposta sem medo a uma situação negativa, a fim de promover a imitação na criança ou adolescente. Tem demonstrado ser eficaz no tratamento da ansiedade em crianças e adolescentes.

4. Terapia Cognitivo-Comportamental com os Pais – A terapia cognitivo-comportamental que inclui os pais no processo de intervenção psicológica, tem demonstrado ser eficaz no tratamento de crianças e adolescentes com diagnóstico de perturbações de ansiedade. Especificamente, ensina técnicas aos pais para ajudar a cuidar dos filhos ansiosos, incluindo psicoeducação, enfrentamento ativo do cuidador e técnicas de treino de relaxamento. Nesta forma de terapia, os pais estão envolvidos diretamente no tratamento dos seus filhos, sendo essencialmente treinados como co-adjuvantes (p.e., com recurso a biblioterapia orientada), para ajudá-los a lidar com as problemáticas dos seus filhos em casa.

 

Fontes:

Higa-McMillan, C.K., Francis, S.E., Rith-Najarian, L., & Chorpita, B.F. (2016). Evidence base update: 50 Years of research on treatment for child and adolescent anxiety. Journal of Clinical Child and Adolescent Psychology, 45(2), 91-113, http://doi.org/10.1080/15374416.2015.1046177

Comer, J.S., Hong, N., Poznanski, B., Silva, K., & Wilson, M. (2019). Evidence base update on the treatment of early childhood anxiety and related problems. Journal of Clinical Child and Adolescent Psychology, 48(1), 1-15, http://doi.org/10.1080/15374416.2018.1534208